Rua do Brás ganha vagas de Zona Azul

A partir de segunda-feira (2), a Prefeitura de São Paulo vai implantar cem vagas de Zona Azul na rua João Boemer, no guia do Brás, região central de São Paulo.

O objetivo, segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), é melhorar as condições de circulação e fluidez, principalmente de ônibus e peruas.

As vagas serão implantadas no lado ímpar da rua, entre a rua Santa Clara e a avenida Carlos de Campos. O sistema de estacionamento rotativo vai funcionar de segunda a sexta-feira das 8h às 18h e, aos sábados, das 8h às 14h.

Também serão regulamentadas 13 vagas rotativas para carga e descarga, uma vaga para deficientes e duas vagas para idosos, além de bolsões que comportam 51 motocicletas.

Com a Zona Azul, será proibido o estacionamento no lado par da rua entre as avenidas Celso Garcia e Carlos de Campos, de segunda a sexta-feira das 7h às 21h, e aos sábados, das 7h às 14h.





A CET afirma que foram reforçados os pontos de venda dos cartões de estacionamento no entorno da rua João Boemer. O talão com dez folhas é vendido por R$ 28.

REGRAS

Criado em 1974, o sistema Zona Azul na capital paulista hoje conta com mais de 35 mil vagas.

Cada cartão de estacionamento autoriza o veículo a ficar estacionado na vaga por uma hora. O tempo máximo de permanência na mesma vaga é de duas horas, sendo obrigatório sair ao fim do período, exceto nos locais onde a sinalização indicar exceções.

O motorista deve preencher o cartão somente com caneta, informando a placa do veículo, dia, mês, hora e minuto de sua chegada. O cartão deve ser colocado sobre o painel do carro, com a frente voltada para cima. É proibido colocar o cartão fora do veículo.

Fonte: Folha de S. Paulo





Deixe seu comentário